Las Grietas: um paraíso azul em Galápagos

Pense num lugar de águas cristalinas de um azul turquesa hipnotizante, há peixes nadando ao seu redor como em um valsa da mãe natureza, você mergulha fundo e quando retorna lentamente à superfície a única coisa que tem a sua frente é um quadro do céu emoldurado por rochas que parecem ter sido esculpidas à mão. Do que estou falando? De uma praia? De uma caverna?

Este lugar mágico, e difícil de descrever para quem ainda não teve o prazer de sentir essas águas envolvendo seu corpo, é chamado de Las Grietas, e fica na Ilha de Santa Cruz em Galápagos.

Estas curiosas formações são uma espécie de mini cânions que forram inundados por água salobra por meio de micro canais que os ligam ao mar.

DSCF8353-2

Além de curtir um relaxante mergulho e dar umas braçadas nesta piscina olímpica de desenhada por algum mestre do design, a principal atração para aqueles, como eu, que gostam de adicionar uma pitada de adrenalina é se jogar dos enormes paredões rochosos que possibilitam saltos de todos os níveis imagináveis (de 1 a mais de 10 metros de altura).

DSCF8336-2

Dicas

Para chegar até lá é bem simples… Saindo do cais de Puerto Ayora, pegue um taxi boat que em poucos minutos (menos de 1 dólar/pessoa) te levará ao outro lado da enseada. De lá é só seguir, por cerca de 20 minutos, o caminho que passa pela Praia dos Alemães e vai até Las Grietas.

Outra dica valiosíssima é o horário da visita. Tente chegar lá um pouco antes do meio dia, pois como os paredões são altos, na maior parte do dia a água está na sombra. E eu tenho certeza que você não vai querer perder a imagem inesquecível dos raios de sol contando estas águas de tirar o folego.

Esse é um daqueles lugares que se você ainda não foi, tem que ir. E se já foi, não vê a hora de voltar.