Bolívia: destino obrigatório para você que gosta de aventura

“A primeira vez a gente nunca esquece”. É difícil contrariar esta frasesinha batida.

Quando o assunto é viagem, sempre tem aquele lugar que não sai da sua cabeça. No meu caso a Bolívia deixou uma marca inapagável na minha memória.

A ideia de viajar para o nosso vizinho andino surgiu de maneira um tanto quanto inusitada. Vindo de uma família do interior, sem nenhum histórico de grandes viagens internacionais e coisas do tipo, sempre tive o sonho de conhecer os Estados Unidos, e a minha oportunidade de realizar este sonho estava agora ao meu alcance, um intercâmbio de férias do tipo work experience (aquele, que você passa suas férias inteiras lavando pratos e gastando em bares todos os dólares que recebeu). Eu estava super excitado com a ideia, mas foi então que surgiu um desses desvios do destino, que depois de um tempo você enxerga que foi a melhor coisa que podia ter acontecido.

O namoro com a Dani, minha atual esposa e parceira no umlugarparaviajar, estava ficando cada vez mais sério e ela [que não é boba nem nada] deu uma ideia que seria boa para ambas as partes. Já que ela não queria ficar muito tempo longe de mim; que a economia americana estava quebrada; que sempre tivemos o sonho de conhecer a lendária cidade de Machu Picchu; que seria legal fazermos uma viagem juntos; e que viajar para nos nossos vizinhos latinos seria bem mais barato. A decisão foi tomada: “Vamos fazer um mochilão para a região dos Andes”.

Neste primeiro momento a Bolívia nem era nossa grande favorita, mas lendo os guias de viagem [que passamos um ano inteiro estudando] vimos que a Bolívia guarda destinos incríveis, e para completar, as passagens para lá eram bem mais baratas que para o Peru. E assim foi, passamos uns 2/3 do nosso primeiro mochilão explorando a Bolívia.

Pegamos um voo, na noite do dia 31 de dezembro, para Santa Cruz de La Sierra e no trajeto (pela diferença de fuso horário) passamos 3 viradas de ano.

Tudo era novidade, tudo era muito vivo e legal, até a noite mal [não] dormida no aeroporto, e digo mais, até a nada confortável, viagem de mais 20 horas – que começou adornada por Cholas defecando ao meio lado dentro do ônibus caindo aos pedaços e cheio de toda sorte de animais domésticos, e que terminou em um ônibus um pouco melhor, mas agora com a força do Soroche (mal de altitude) massacrando meu corpo – até isso, me parecia uma grande aventura. Todos os meus sentidos estavam deslumbrados com a diversidade de paisagens, comidas e culturas que iam se descortinando diante de meus olhos, ouvidos, nariz e boca durante os muitos quilômetros que o ônibus ia percorrendo.

Não vou conseguir contar neste post todas minhas experiências neste país fascinante… Mas nos próximos post contaremos tudo sobre nossas aventuras na Bolívia.

Mas para não dizer que não contei nada. Vão aí 7 motivos pelos quais a Bolívia marcou minha vida de viajante e é destino obrigatório para você que gosta de aventura.

#1 Um dos destinos mais baratos do mundo

Se você quer viajar para um lugar incrível, mas não tem recursos para bancar passagens aéreas intercontinentais e para gastar centenas de dólares de estadia e alimentação, a Bolívia é uma ótima pedida. Este país sempre aparece no topo das listas de destinos mais baratos da América Latina.

cheapest

#2 Um País – Muitas Paisagens

Por sua grande variação de relevo, a Bolívia tem um monte de paisagens incríveis, algumas parecidas com o que temos no Brasil.

GEDC3713-1.jpg

Outras que não

E muitas e muitas outras.

#3 Cultura e Culinária

Prepare-se para uma explosão de tradições e costumes, que sobrevivem nas ruas completamente alheios ás pressões da globalização.

little chola-1.jpgby TLMELO

E esteja com seus sentidos [e intestinos] prontos para uma explosão de sabores e combinações.

Comida-1.jpgby Juan Carlos Zeairi

#4 Lago Titicaca

Mais alto do mundo dos lagos navegáveis, o Lago Titicaca, localizado na fronteira entre Bolívia e Peru, é um atração a parte. Além da sua indiscutível beleza cênica, o lago é repleto de atrativos como Ilhas flutuantes dos Uros, passeios de barco, a deslumbrante Ilha do Sol, uma grande riqueza de peixes, etc.

#5 Ruinas de Civilizações Pré-Colombianas

Assim como seu vizinho, Peru, a Bolívia foi lar de várias civilizações pré-colombianas. As ruínas da cidade de Tiwanaku, próxima ao Lago Titicaca, são os últimos vestígios de uma das mais duradouras civilizações da América do Sul. A cidade construída há alguns milhares de anos, foi a capital de um vasto império, que ia do Sul do atual Peru ao sul dos andes bolivianos, incluindo partes do Chile e da floresta amazônica.

3910118015_ac9ec499d9_o-1.jpgby bellx38

#6 Descer de Bike a Estrada da Morte

Além dos visuais alucinantes, de uma longa descida que começa acima dos 4.600 metros de altitude e termina na borda da floresta amazônica, esta lendária e notavelmente perigosa estrada oferece adrenalina garantida para aqueles que gostam de sentir o coração bater mais forte.

#7 Salar de Uyuni

Esse lago de sal é seguramente um dos destinos que todos os viajantes ao redor do mundo querem ver pelo menos uma vez na vida. A paisagem, mutável de acordo com a quantidade de água trazida pela chuva, vai te deixar com a impressão de que você está em outro planeta (onde é bem difícil entender o que céu e o que terra, o que é porte e o que é longe).

Está esperando o quê para começar a arrumar suas malas [digo, seu mochilão]?